DiscoverDia a Dia da Economia - Míriam Leitão
Dia a Dia da Economia - Míriam Leitão
Claim Ownership

Dia a Dia da Economia - Míriam Leitão

Author: CBN

Subscribed: 55,851Played: 2,288,417
Share

Description

Análise diária dos principais fatos da economia com uma das mais importantes e influentes jornalistas do país.
2615 Episodes
Reverse
Míriam Leitão fala dos anúncios do ministro da Fazenda, Fernado Haddad, para ajudar a melhorar as contas públicas neste ano. Ela repassa todos os pontos anunciados e traz as possibilidades de funcionarem ou não em um futuro próximo, especialmente em relação aos impostos.
Míriam Leitão fala sobre minuta de decreto para instaurar estado de defesa no TSE e mudar o resultado das eleições de 2022, que foi encontrada na casa de Anderson Torres: 'isso parece muito o que Hugo Chávez fez'.
O ministro Fernando Haddad anuncia, nesta quinta-feira (12), as primeiras medidas econômicas que têm como foco principal reduzir o déficit fiscal. Além de mudanças na desoneração de impostos, o governo quer reforçar o julgamento de ações da Receita no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF) para elevar a arrecadação. Míriam Leitão afirma que espera o anúncio de mudanças na área de renúncia fiscal, de medidas que melhorem o gasto com os benefícios sociais e na área dos litígios tributários. 'O país está com déficit no orçamento porque precisou aumentar as despesas. Por outro lado, é preciso cortar onde é possível cortar', analisa.
Míriam Leitão fala dos anúncios do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, para ajustar as contas públicas em até R$150 bilhões. De acordo com ela, o mais necessário é 'cortar despesas onde elas podem ser cortadas'. Entre os destaques estão a cobrança novamente em impostos sobre combustíveis.
Míriam Leitão faz uma análise da questão da inflação de 2022 que foi muito pior para os mais pobres. O alimento pesa muito para os pobres e teve inflação de 13%. A inflação da gasolina, que pesa na classe média, foi de menos de 5%. ‘O governo Bolsonaro fez a opção preferencial de gasolina barata’
Míriam Leitão faz análise sobre a inflação no país no ano de 2022. 'Foi uma inflação muito mais baixa do que a do ano interior mas, ao mesmo tempo, foi uma inflação reduzida artificialmente', diz comentarista. Ela também traz perspectiva sobre o ano de 2023. Ouça.
O documento é assinado por 140 procuradores, que reclamam ainda a volta das forças-tarefas especiais do MPF. Míriam Leitão conta que, ainda em novembro, Augusto Aras dissolveu todos os grupos que atuavam no combate dos atos antidemocráticos e criou uma comissão diretamente ligada a ele. 'A autonomia dos procuradores tem sido tolhida. Essa é a reclamação constante contra a gestão do PGR', destaca Míriam.
Míriam Leitão fala da reação democrática do presidente, congressistas, governadores e da sociedade civil após os atos golpistas de domingo. A comentarista diz que tudo começou com a 'nota conjunta dos três poderes', e foi crescendo até a caminhada de Lula, ministros e governadores até a sede do STF.
'Ele ficou quatro anos instigando os seus seguidores a esse tipo de ato', destacou Míriam Leitão. No dia seguinte aos ataques terroristas em Brasília, que a comentarista define como 'o mais grave atendendo à democracia desde a redemocratização', Míriam cobra uma investigação rápida e séria para responsabilização dos culpados. 'Investigar os financiadores e leniência de vários poderes', pontuou.
Míriam Leitão fala sobre a decisão de Alexandre de Moraes de afastar o governador do DF, Ibaneis Rocha, por 90 dias. ‘Uma decisão muito dura. Mas, ao mesmo tempo, ficou muito claro que o governador foi leniente com o que aconteceu. Ele não agiu. Todos os sinais estavam dados. Ele é a autoridade’. Comentarista destaca que Alexandre de Moraes está certo de afastar o governador.
Míriam Leitao analisa o decreto assinado por Lula sobre a intervenção federal no Distrito Federal. Para ela, a decisão do presidente foi acertada e moderada - já que se restringe apenas à segurança na capital federal.
Míriam Leitão critica a omissão do governador Ibaneis Rocha e de Anderson Torres, secretário de Segurança do Distrito Federal. 'Tem que ser investigada a atuação do governo do DF', cobra.
Míriam Leitão faz um resumo dos acontecimentos da semana, dando destaque desde a posse de Lula até mesmo a reunião dos ministros com o presidente eleito. Ela diz que, na reunião, o petista 'focou muito na governabilidade', o que mostra que ele visa uma 'administração da coalização'. A comentarista ainda aborda a expectativa do mercado para as primeiras medidas econômicas.
Míriam Leitão fala sobre a expectativa para a primeira reunião de Lula com todos os 37 ministros. Comentarista destaca que o encontro vem em boa hora. T’em muita coisa para discutir. O governo tem batido cabeça em algumas áreas’. Ela destaca que os ministros não viraram presidente da sua área. ‘Os ministros têm que obedecer a ordem do presidente da República’.
Míriam Leitão fala da posse de Simone Tebet como ministra do Planejamento e do discurso que fez. O principal destaque da comentarista foi para a declaração de divergências com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad. 'A questão é saber se eles vão ser capazes de construir uma agenda comum', diz.
Míriam Leitão analisa o discurso de posse de Marina Silva como ministra do Meio Ambiente. A comentarista lista alguns pontos importantes, como a regularização fundiária, a criação da secretaria de bioeconomia e a retomada do Fundo Amazônia. 'Ela sabe que o inimigo do Meio Ambiente ficou maior', afirma Míriam.
A declaração é do ministro do Trabalho, Luiz Marinho, em entrevista ao jornal O Globo. Míriam Leitão comenta o caso, destacando que os saques do fundo são uma 'coisa meio autoritária', já que o governo que decide em que momento é possível fazer o saque. A comentarista fala da importância de uma decisão dessa ser estudada antes de qualquer coisa.
Míriam Leitão fala sobre a declaração do ministro da Previdência, Carlos Lupi, dizendo que não existe déficit na Previdência do país. Para a comentarista, 'desfazer a reforma da Previdência significa aumentar o gasto'. Ela ainda lembra que 'todos os governos fizeram reforma, inclusive o Lula'.
Míriam Leitão fala sobre a primeira semana de Fernando Haddad como ministro da Fazenda, que já começou com revés após prorrogação da desoneração dos combustíveis por Lula. O novo comandante da pasta disse ao portal 247 que sua equipe trabalha em uma revisão completa da situação econômica do Brasil, com propostas para combater os problemas. A expectativa é entregar o material ao presidente Lula até o fim da semana.
Míriam Leitão fala sobre reação do mercado em relação aos discursos e decisões de Fernando Haddad nos últimos dias. 'Eu acho que esses são ruídos inicias que podem ser esclarecidos ao longo do tempo', diz a comentarista.
loading
Comments (78)

Newton Rodrigues

favor repostar

Sep 23rd
Reply

Newton Rodrigues

episódio com erro

Sep 23rd
Reply

Newton Rodrigues

não consegui achar a matéria sobre as extrações dentárias

Jul 12th
Reply

Newton Rodrigues

sem querer justificar guerra nenhuma, mas sua análise geopolitica está errada. veja a invasão do Iraque com o pretexto das armas químicas. ali os eua disromperam o sistema de segurança da ONU pela primeira vez desde 1945

Feb 24th
Reply

Joao Pedro

esse governo é um desastre!!!!!

Apr 15th
Reply

ID20731865

👏👏👏👏👏👏👏👏

Mar 20th
Reply

Gabriel A.

999

Mar 6th
Reply

Sandra Brandino

Affff Miriam, compartilho com vc essa indignação

Jan 28th
Reply

Jeronimo Goullart

Miriam leitão reclamando de quem ela ajudou demais a colocar na presidência. Lembro bem dos mega elogios ou das passadas de pano dela para o bolsonaro . Agora está aí mais uma arrependida. Daqui a pouco começa a fazer o mesmo de sempre para o Doria ou para o Huck, depois ela volta chorando mágoas

Jan 1st
Reply

Gustavo Camargo

Miriam Leitão, militante travessia de jornalista, quer ensinar um militar sobre estratégia de guerra. "Ninguém economiza munição numa guerra" ahahaha Está explicado pq a guerrilha do século passado não deu certo.

Dec 9th
Reply

Gustavo Camargo

Militância cada vez mais descolada da realidade. CLARO que Bolsonaro errou em apoiar Crivella. Mas nem o apoio de Jesus Cristo faria Crivela subir. E a culpa não foi pandemia, mas sim o total desgoverno do pastor.

Nov 15th
Reply

Gustavo Camargo

Fico meses sem ouvir essa militante e vejo que não perdi nada. Poesia no "dia a dia na ECONOMIA". Deveria ter aposentadoria compulsória para militantes....

Oct 24th
Reply

Joao Pedro

Muito boa a análise da Miriam !!!!!

Aug 20th
Reply

Gustavo Camargo

"Não teve privatização em 2019." É ignorância ou má fé? Os funcionários BR Distribuidora e, principalmente os EX funcionários, certamente vão discordar de você, Leitão... Fala tanto de fake news e mentira...

Aug 17th
Reply

Jaéder Amorim

Em delação, Messer diz que entregava dólares aos Marinho, da Globo Doleiro não apresentou provas e diz não ter tido contato direto com nenhum dos membros da família proprietária da emissora Por João B... Leia mais em: https://veja.abril.com.br/politica/doleiro-dario-messer-cita-familia-marinho-delacao-premiada/?utm_source=whatsapp Miriam, que tal falar dos dólares entregues a familia Marinho???

Aug 15th
Reply

Newton Rodrigues

"agente" junto?

Jul 22nd
Reply

Joao Pedro

Miriam sempre precisa na suas análises. Parabéns!!!!

Jul 20th
Reply

Patrícia Santos Vieira

Excelente profissional!

Jun 22nd
Reply

Ade Carvalho

Bolsonaro2022 Engole o choro e a inveja cambada

Jun 8th
Reply (1)

Ricardo Figueiredo

Miriam, parabéns pela reportagem!! Comecei um programa em inglês para denunciar os absurdos socioambientais que têm acontecido atualmente no Brasil. Pedirei licença e deixarei o link deste podcast e de seu artigo em minha publicação. Admiração por seu trabalho e o pelo trabalho da CBN.

May 12th
Reply
Download from Google Play
Download from App Store